Angola diz que já não precisa do apoio financeiro do FMI

Angola desistiu das negociações sobre um eventual programa de financiamento ampliado do Fundo Monetário Internacional (FMI).

José Eduardo dos Santos afirmou ao FMI que o país prescindia do apoio financeiro (mantendo-se os contactos ao nível técnico, enquanto membro do FMI).

“O Presidente da República de Angola informou o FMI sobre a decisão de manter o diálogo com o fundo apenas no contexto do artigo IV `consultas` e não no contexto de discussão sobre o Programa de Financiamento Ampliado”, disse o porta-voz do FMI, durante uma conferência de imprensa em Washington (EUA).

Eduardo dos Santos

Gerry Rice confirmou, depois, que houve uma alteração e que “as discussões respeitantes a um possível programa de assistência já não entram no âmbito dos técnicos”.

Importa referir, que a 6 de abril, o FMI anunciou que Luanda solicitou um programa de assistência para os próximos três anos.

Tags:
4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *