Comissários da CNE demarcam-se dos resultados

0
285

No fim do dia de ontem, alguns Técnicos da Comissão Nacional Eleitoral de Angola (CNE), ficaram surpreendidos com a divulgação de resultados provisórios das Eleições Angolanas, que davam vitória esmagadora ao partido no poder.

Durante uma conferência de imprensa convocada com urgência, Cláudio da Silva, porta-voz do grupo, comissário da UNITA, disse que os resultados divulgados foram fabricados.

“Não nos revemos na comunicação da CNE porque não foi feita com base nos preceitos legais, nem participamos na produção daqueles resultados. Com base na lei, cabe à CNE congregar os resultados eleitorais apurados por cada uma das candidaturas nas mesas de voto, com base nas informações fornecidas pelas comissões provinciais eleitorais que são os órgãos locais da CNE.

Nenhuma comissão se reuniu para produzir os resultados que foram anunciados. Aqui estão membros da coordenação técnica do centro de escrutínio e eles não participaram na produção daqueles resultados”, disse Cláudio da Silva, citado pelo observador.

Na referida conferência de imprensa, Silva frisou que falava na qualidade de técnicos e não em representação do partido político a que pertence.

“Sentimos que fizemos um juramento perante a pátria e é nosso dever enquanto servidores públicos do Estado angolano servir a pátria com lealdade e primar para que todos os nossos atos sigam conforme a Constituição e a lei. Infelizmente, este último ato não foi feito nestes termos e por isso gostaríamos de dizer claramente que a nossa posição é contrária a esta posição que viola a lei”, acrescentou Cláudio da Silva.

SHARE