Homem diz ser Jesus e garante que está “selecionando os 144 mil escolhidos”

0
736

A polícia de Uganda prendeu no final da semana passada um homem que dizia ser o filho de Deus, Jesus Cristo.

Segundo avançou a imprensa local, Emmanuel Solomon Semakula, será levado ao tribunal, acusado de violação de direitos humanos na formação de uma seita religiosa.

O policial Lameque Kigozi, disse que que o falso Cristo reunia muitos seguidores. Nove deles foram presos junto com o líder. Seus ensinamentos proibiam as pessoas de procurarem um hospital quando estivessem doentes, pois só precisariam pedir a ele por cura.

Jesus

Segundo denúncias, também restringia a alimentação dos membros da seita e ficava com o dinheiro delas.

Falando ao canal NTV Ssemakula afirmou que precisa explicar ao mundo quem é: “Sou eu, Jesus Cristo, Emanuel, príncipe da paz… Eu nasci em Jerusalém”. Também explicou que estava selecionando 144 mil pessoas para reinarem com ele, pois havia “voltado”.

A maioria dos homens e mulheres da seita estavam com ele nos últimos seis anos. À TV, afirmaram acreditar que ele é realmente Jesus Cristo. Contudo, algumas pessoas da região dizem lembrar dele como o menino órfão que mudou-se para o Quênia anos atrás após ser “adotado” por um pregador itinerante.

SHARE