Não leu errado, é isso mesmo. Uma mulher, que vive em Red Lion, na Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, foi presa por gritar demais durante as relações íntimas.